20/04 (08h09) - Atualizado em: 20/04 (08h09)

Sistema de Saneamento Rural será implantado em Teresina com apoio do Instituto de Águas

O Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Saneamento Rural, apresentou, nessa terça-feira (18), o projeto de Sistema Integrado de Saneamento Rural do Piauí (Sisar) durante workshop realizado no auditório da Agência de Tecnologia da Informação do Estado (ATI). O modelo, que já funciona no município de Picos desde 2004, será implantado em Teresina para atuar na zona rural do município. O Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (IAEPI) é colaborador desse projeto e vai atuar em pequenas sedes urbanas da região.

“O Instituto é parceiro da Coordenação de Fomento ao Saneamento Rural na estruturação do Sisar aqui de Teresina. A ação do IAEPI será com as sedes dos municípios nessa região que tem um número de ligações inferior a duas mil. Enquanto a Coordenação de Saneamento vai trabalhar as comunidades rurais, inclusive as de Teresina, o instituto estará tratando para aderir ao sistemas as pequenas sedes urbanas”, explicou Herbert Buenos Aires, diretor-geral do Instituto de Águas.No modelo Sisar, o sistema de saneamento é gerido pela própria comunidade e o regime tarifário aplicado é utilizado para cobrir os custos dessa gestão. O Sisar de Picos foi criado e formatado com o apoio da Macs Consultoria, que atua no Piauí desde 2001.

Para o diretor da empresa, Kassyo Rodrigues, o projeto é de fundamental importância para garantir uma gestão adequada dos sistemas de água e esgotamento sanitário na zona rural. “Essa experiência já existe no Piauí desde 2004, com o primeiro Sisar que foi fundado no município de Picos. Esse workshop é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Fomento ao Saneamento Rural, para replicar essa experiência no estado do Piauí começando por Teresina, onde o Sisar irá atuar na zona rural da capital e região”, disse Kassyo.

Também estiveram presentes ao evento, o diretor da Coordenadoria de Fomento ao Saneamento Rural, Gilberto Medeiros; o presidente da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete), Edvaldo Marques; o representante da Caixa Econômica Federal, Alcides Eulálio; a deputada estadual Belê Medeiros e os consultores da Macs Consultoria, Wolfgang Swhwaab e Maria Carmem Mota.

Com informações da Assessoria

Comente com Facebook