21/02 (08h16) - Atualizado em: 21/02 (08h16)

Sem estrada, pacientes de Betânia do Piauí são levados em macas por populares

José Filho Rocha, prefeito de Betânia do Piauí, a 400 km ao Sul de Teresina, vai protocolar nessa quinta-feira (20) na Defesa Civil e no Governo do estado um pedido de reconhecimento de situação de emergência por conta dos estragos decorrentes das fortes chuvas que caem no município desde domingo (16). A energia elétrica na região oscila e um terço do município está às escuras. Além disso, sem estrada, pacientes que necessitam de atendimento médico são carregados em macas por populares pelos desvios que foram construídos. Segundo o secretário Claudio Meireles, ainda há risco de perder várias vacinas que estão no posto de saúde.

“O transporte de pacientes mais graves nessa quarta-feira (19) teve de ser feito com uma maca. A ambulância transportou uma criança até a altura da rodovia que está interrompida e de lá outra ambulância de Paulistana terminou o trajeto. Um terço da cidade também está sem energia elétrica e o único posto de combustível não funciona. O fornecimento de energia está oscilando muito porque ela está sendo transmitida em única fase. Se não melhorar, teremos problemas e perderemos o estoque de vacinas”, afirmou Meireles.

“Não sabemos até que quando os moradores vão ficar isolados porque não é mais possível passar pelos desvios que foram construídos. Precisamos de ajuda, caso contrário faltará alimentos e combustíveis em Betânia”, disse o prefeito.

As aulas das redes estadual e municipal de ensino, que iniciariam na segunda-feira (17), foram suspensas. Cerca de 1200 crianças estão em casa.

De acordo com o Clima Tempo, em quatro dias choveu a média esperada para todo mês de fevereiro. A Defesa Civil do Piauí já foi acionada, mas, por conta das chuvas, dois outros pontos da PI-459 se romperam.

Com informações do G1

Comente com Facebook